O meu estrabismo

Quem acompanha o blog já se deve ter perguntado por que raio este gajo criou um site sobre estrabismo. Eu não sou médico nem exerço nenhuma actividade relacionada com a medicina, sou uma pessoa perfeitamente sã e sou estrábico. É verdade, sou estrábico, vesgo, olhos tortos, não tenho qualquer problema nisso.

É precisamente por ser estrábico e saber bem o que é a doença que decidi criar este site. Desta forma pretendo partilhar o que aprendi nestes 30 anos de estrabismo e de alguma forma se conseguir, ajudar quem sofre desta doença, ou alguém que lhe é querido.

Desde que me lembro de ser gente que me lembro de ter estrabismo. De uma maneira genérica é sempre difícil apurar com certeza as causas do estrabismo, mas, segundo o meu médico oftalmologista, uma das possibilidades foi o facto de o meu parto ter sido complicado, pelo que foi necessário recorrer ao auxilio de ventosas, mas aparentemente o procedimento não foi correctamente executado o que provocou alguns danos nos músculos oculares ficando eu com estrabismo convergente nos dois olhos, sim, é verdade tinha os dois olhos a apontar para o nariz. No entanto o estrabismo só se tornou evidente e diagnosticado por volta dos meus 12 meses de idade, isto apesar de a minha mãe ter desconfiado, mas o pediatra na altura dizia que era apenas uma “impressão” da minha mãe.

Nessa altura, com apenas 1 ano de idade, a médica oftalmologista aconselhou os meus pais para que eu usasse óculos correctivos para o estrabismo. Foi uma boa tentativa, mas eu não aceitava andar com os óculos de maneira nenhuma e como é óbvio o estrabismo piorou.

Além dos óculos, tive de começar a andar também com uma venda alternando de X em X horas cada um dos olhos e tentar não cansar a vista e assim andei durante cerca de 2 anos. Até que o estrabismo estava estável, atenção que não melhorou, ficou apenas estável e a médica na altura acho para bem passar para a  fase da cirurgia.

Como a cirurgia implicava anestesia geral e eu na altura tinha apenas 4 ou 5 anos a médica optou por operar simultaneamente os dois olhos. As coisas não correram como se estava à espera, como o desvio que eu tinha nos dois olhos era acentuado, a correcção deveria ter sido feita recorrendo a várias cirurgias, no entanto, não sei se por “pressa” ou excesso de confiança a médica na altura acho que com uma operação se corrigia tudo. Acontece porém, que fiquei com um olho praticamente curado, no entanto o outro ficou a apontar para fora, ou seja passei de estrabismo convergenteestrabismo divergente. Não foi totalmente mau, pelo menos fiquei com um olho direito e com visão panorâmica no outro 😉

Devido à idade que eu tinha e a uma terapia que tive de fazer na altura, aprendi a viver com o estrabismo e a conseguir “ver” realmente as coisas. Obviamente que nunca consegui ter uma visão bifocal, consequentemente não tenho uma noção de profundidade, aprendi a calcular a profundidade usando pontos de referencia na imagem, hoje em dia é um mecanismo automático que faço inconscientemente.

Enjoyed this post? Share it!

 

24 thoughts on “O meu estrabismo

  1. Oi, voi deixar meu depoimento aki. Nasci com estrabismo no olho esquerdo puxando pro lado do nariz. Com meus 4, 5 anos, usei tampão, mas como eu era uma criança, sempre tirava por q me incomodava muito. Minha mãe trabalhava em casa e logo passou a fazer pouco caso do meu problema e assim com o tempo passei a n tratar mais. Era incrivel a falta de interesse dela em me ajudar.Sei que ela foi uma guerreira, perdi meu pai com 1 ano de idade e ela criou eu e minha irma sozinha, mas guardo essa magoa. A escola chegou e com ela as piadas e humilhaçoes. Na infancia n era tao ruim, mas no começo da adolescencia ja estava impossivel conviver em sociedade. Não conseguia olhar pra ninguem.Era tanta as piadas por parte até mesmo dos professores.Isso me destruia aos poucos.Passei a usar boné muito baixo tampando o rosto. Era desesperador.Aquilo era inferno pra mim. Minhas notas foram piorando e as faltas aumentando. Minha falta de interesse por tudo era cada vez maior tbm.A essa altura eu ja sabia q nunca seria uma pessoa normal. Chorava muito e tinha muita vontade de tirar minha vida mas n tinha coragem. Aos meus 15, repetindo pela segunda vez um ano, resolvi largar a escola. Foi uma decisao errada, porem necessaria. N tinha mais como suportar aquilo. Fora da escola consegui muitos amigos. As piadas sempre rolava mas eles gostavam de mim. N conseguia falar com nenhuma mulher, mas nessa epoca consegui beijar algumas. Aos 16, minha mae resolveu procurar uma cirurgia para meu problema. Fomos até a Santa Casa na região central de Sp, que eu recomendo pra todos apesar da espera, os medicos sao excelentes. Fui examinado, e recebi uma das piores noticias da minha vida: Tinha perdido mais de 90% da minha visao do olho estrabico. Uma coisa que só tinha sido confirmado pelo medico por q eu ja sabia disso. A cirurgia só seria estetica e consertar isso era mais importa pra mim do que enxergar.Conseguimos marcar pra depois de um ano, depois dos exames ja tinha 17 anos. Um ano se passou e n conseguia ver aquilo como uma soluçao para os meus problemas. Na minha cabeça eu iria morrer daquele jeito. Foi quando o grande dia chegou. Fui pra sala de cirurgia. Tudo ocorreu bem.Só peguei uma pneumunia, mas em duas ou 3 semanas ja estava melhor. A cirurgia ficou incrivel quase perfeita. Os medicos gostaram e eu tbm. Eu posso dizer q aquele foi o meu grande dia. Bom, hoje estou com 28 anos e esta tudo ok. Meu medo q volte é constante. Minha vida comecou a partir daquele dia. Os traumas q todo esse problema me causou esta sendo muito dificil superar até hoje. Me sinto ainda um nada.Tenho muitos amigos e ja passei por um casamento. Ja me separei e hoje namoro. Mas mesmo assim sou muito calado. N consigo expor minhas ideias a ngm. Eu sinto como ngm fosse me levar a serio como na epoca de escola. Estou tentando superar. Converso muito com Deus pra me ajudar. Pergunto a ele por q tudo isso comigo? Mas sei lá, acho q pra tudo tem um proposito de Deus. Essa é minha historia. Só digo o seguinte primeiramente as maes, cuidem dos seus filhos. Busquem ajuda o mais rapido possivel. A ajuda existe rapida e de graça. N deixem nunca q eles passem pelo q eu passei. Lutem com todas as suas forças. E as pessoas q ja são adultas, n pensem duas vezes em fazer uma cirugia! N percam tempo.! Vcs sabem o quanto mundo é cruel entao pra q ficar sofrendo? Isso vai mudar completamente a vida de vcs. Bom, é só isso.

  2. Oi Também sou estrábica do olho direito além de não enxergar , tenho vontade de fazer a cirurgia para alinhar . Sinto desconfortável quando olho para uma pessoa e fico conversando com ela. O pior disso é foto,fica horrível. Faço tratamento desde dos 10 anos, a minha irmã gêmea era estrábica dos 2 olhos ,fez cirurgia em 1976 , na época eu não era tão estrábica. Mas me sito muito mal com isso. Hoje com 51 anos e usando óculos morro de vontade de fazer uma cirurgia. Alguém tem referência de um hospital ´pelo SUS para fazer esse procedimento?

  3. Olá tenho estribamos e sofro muito preconceito com isso, tem um grupo no whatsaapp que ajuda as pessoas com esse problema a superar esse mau. Quem quiser participar desse grupo é só me chamar no whatsaapp 07198146-7655

  4. Oie, nasci com estrabismo em um olho quando eu tinha uns 7 anos fiz alguns tratamentos e melhorou. Hoje tenho 21 vou ao médico e eles falam q eu n preciso, estou percebendo q está piorando e hoje às pessoas percebem com frequência, antes n todos percebiam. Não me sinto bem, quero fazer cirurgia, mas tenho medo de piorar!

  5. Oi sou William tenho 25 anos…. eu acho q eu nasci assim msm estravico… mais queria saber mais como é a cirurgia e o valor delas… e se dar pra fazer pelo SUS … se é confiável?

  6. ola fiz uma cirugia de pterigio e depois de alguns meses percebi que estava com visão dupla ja faz dois anos que estou lutando em um tratamento que não tive sucesso.

  7. Bom dia meu chamo Gleidson tenho 33 anos e tenho estrabismo somente no olho direito, já perdi várias empregos bons,mas nunca me atrapalhou em nd mas tem certos momentos de nossas vidas sentimos vergonha de encarar de frente uma pessoa pra uma conversa
    To passando no oftalmologista varias vezes e pretendo operar pra melhorar minha alta
    estima

    Mas

  8. Oi meu nome é suelen tenho 31 anos e tenho estrabismo divergente. Quando eu era criança usava óculos úteis até os 15 anos no começo corrigia mais de uns anos pra cá comecei a notar que começou a piora eos médicos não receitam mas óculos por que além de ser estrábico eu não enxerga deste olho não me Atrapalha o Estrabismo mais a minha estética é muito feia resultados baixa estima e também me atrapalha na hora de arranjar namorado pois tenho 30 anos e nunca namorei ninguém acredito que seja por causa do olho mesmo

    • Oi,

      pense no seguinte existem pessoas com problemas mais graves que o seu (atenção que não estou a menosprezar os seu/nosso problema) e conseguem ter vida social e namorado. Você tem um problema mas é uma pessoa tem sentimentos, respira come e pensa. Procure ter mais auto-estima, seja mais confiante. Vai ver que as coisas acontecem, procur não forçar. Não acredito que o problema seja o estrabismo.

      Com 31 anos os óculos não vão fazer nada, mesmo que seja operada será só por razões estéticas. Eu não sei o seu historial médico mas já procurou com o médico se pode fazer a cirurgia ?

      Seja um estrábico feliz!!!!

      • Tenho 48 anos tenho esteabismo desde a infância. Nunca empediu que eu fizesse nada namorei. Me casei,sempre trabalhei sou mãe de dois filhos lindos. Mås meu maior sonho é corrigir o meu olho.estou decidida a realiza-lo.

  9. fiquei estrabica depois de um acidente automobilistico tenho dupla visao mas ja vou fazer cirurgia vai resouver mesmo

    • Quero saber como vc está pois sofri um acidente em maio e tambem estou assim, ja tem 3 meses mas o medico disse que nao posso operar antes de 6 meses. Por favor me de noticias de como vc esta e como foi a cirurgia. Obrigada

  10. Olha eu não nasci com estrabismo.
    Mas eu sou estrábico, e a pessoa que tem estrabismo ela é considerada doente?

  11. foi correctamente exedutaco o que provocou alguns danos nos mfasculosa0ocularesa0ficando eu com estrabismo convergentea0nos dois olhos, sim, e9 verdade tinha os dois olhos a apontar para o nariz.a0No entanto o

    • Celso Azevedo • 15 de Abril de 2011 às 16:30Olá Milena,o tema só aparece no painel de controle do WordPress quando você descomprime o tema no seu computador e envia apenas a pasta do tema para o alojamento.Se você enviou via FTP do ficheiro .zip é normal que não funcione.Espero ter ajudado.

    • Moi aussi j’ai testé cette game. J’ai été terriblement déçu, au déut je pensais que c’était parce-que j’avais beaucoup trop de frissotis, mais grâce à toi je sais que ce n’est pas mes cheveux 😉

Deixe uma resposta para maria cleide Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *