Ambliopia

O termo ambliopia deriva do grego (em que “amblios”, significa fraco, embotado; “ops”, acção de ver, visão) e significa “visão fraca” ou “olho vago”.

A ambliopia é o termo médico para designar o défice visual de um só olho ou de ambos, geralmente sem defeito orgânico aparente, provocado por um desenvolvimento anormal da via óptica, durante a infância. Continue reading…

Enjoyed this post? Share it!

 
 

Cirurgia de Estrabismo, quanto custa ?

Tenho recebido muitas pergunta sobre a cirurgia de estrabismo. Especialmente dos meus amigos do Brasil. Vou tentar ajudar.

Apesar de ser um procedimento simples, a cirurgia de estrabismo tem um custo, que infelizmente, não está acessível a grande parte das pessoas. Em média, actualmente custa por volta de Continue reading…

Enjoyed this post? Share it!

 
 

O que é o estrabismo, esta doença …

O estrabismo é uma doença dos olhos em que o doente é incapaz de manter o paralelismo dos olhos, enquanto um dos olhos olha em frente o outro está desviado sendo claro desalinhamento nos olhos, apontando para direcções diferentes.

Os movimentos oculares são controlados por seis músculos em cada olho. Dois músculos são responsáveis por mover o olho para a direita ou esquerda, os outros quatro músculos movem o olho para cima ou para baixo e controlam os movimentos de inclinação. Continue reading…

Enjoyed this post? Share it!

 
 

Estrabismo Intermitente

Antes de perceber o que é o Estrabismo Intermitente, convém compreender o estrabismo.

Tal como o nome indica, Estrabismo Intermitente, significa que a perca de paralelismo dos olhos não é constante. Esta intermitência, pode acontecer várias vezes por dia, em alguns casos, não tão frequente, pode acontecer que passem vários dias sem que o estrabismo se manifeste.O motivo para tal acontecer mão é completamente certo, variando de pessoa para pessoa. Continue reading…

Enjoyed this post? Share it!

 
 

Cirurgia de miopia, algumas respostas

Cada vez mais as pessoas procuram a cirurgia de miopia. A procura por uma melhor qualidade de vida, ou talvez a imposição inconsciente dos padrões da sociedade actual seja uma motivação. Por outro lado os resultados e a segurança que uma cirurgia transmite torna esse desejo mais acessível.

A cirurgia de miopia começou a ser feita nos anos 70. Nesta altura a cirurgia era feita com recurso a uma lâmina e muita habilidade manual do cirurgião. O médico cortava a córnea como se fosse uma pizza, deixando o centro livre. Contudo este método pecava pelo excesso, o paciente ia perdendo grau até chegar ao zero e depois, em grande parte dos casos, começava a desenvolver a hipermetropia. Com o laser, a cirurgia ficou mais precisa e muito menos dolorosa, ainda mais depois que os médicos deixaram de aplicar o lazer na parte externa do olho. No fim da década de 80, com a invenção do método Lasik, uns dos mais utilizados actualmente, é aberto um minúsculo orifício  no globo ocular para trabalhar mesmo na córnea, deste forma são reduzidas as dores após a cirurgia. Continue reading…

Enjoyed this post? Share it!

 
 

Estrabismo Infantil

Saber identificar os sinais anormais na visão ainda nos primeiros anos de vida pode ajudar a diagnosticar problemas como o estrabismo. Os portadores da doença perdem o paralelismo entre os olhos e ficam com a qualidade de vida afetada.

Para ver bem, os olhos devem estar orientados para o mesmo ponto de fixação, o que não acontece com uma pessoa diagnosticada com estrabismo. O estrábico não consegue ter noção de profundidade , pois o cérebro só interpreta uma imagem porque “ignora” a imagem recebida pelo olho com problema.

Uma amiga minha, que tive o prazer de conhecer numa das minhas consultas ao oftalmologista por causa do meu estrabismo, conta que percebeu o grau de estrabismo do filho ainda quando ele tinha cerca de seis meses de vida e começou a ficar preocupada até procurar a pediatra da criança. Segundo a pediatra “nessa idade era normal a criança olhar torto”, não se deu por convencida e foi procurar um oftalmologista especialista em estrabismo infantil. Após a visita ao médico, o bebê começou a usar óculos com um tampão aos nove meses de idade, procedimento utilizado pelos médicos para forçar a visão que está com estrabismo a não perder suas funções. Por volta dos dois anos, o filho dela foi submetido a uma cirurgia,  mas, tal como aconteceu comigo, um ano depois os olhos voltaram a ficar estrábicos.  Segundo oftalmologista  “era cedo demais, pois a visão estava em fase de desenvolvimento”.

Hoje, o filho dela tem 25 anos, usa óculos com graus de até 2,5º hoje e vive uma vida normal. Casou e está formado em Engenharia de Software. Esta de tal forma adaptado que tem sérias dúvidas em a fazer uma nova cirurgia de correção, apenas por questão estética, com medo que alguma coisa corra mal. Aliás ele diz que os olhos levemente estrábicos são a imagem de marca dele.

 

Os pais devem procurar atendimento oftalmológico logo ao perceber o desvio nos olhos, que é considerado normal até os três meses de vida. Os desvios horizontais são os mais encontrados, seguido dos desvios verticais e dos causados por paresias de nervos ou por restrição.

O meu oftalmologista contou-me uma situação que me ia deixando com os olhos direitos 😛

Após constantes quedas da filha e comportamentos algos estranhos uma mão de uma menina com aos 2 anos de idade, preocupada, falou com o marido sobre o que se passava. Esse pai brilhante disse que era normal, para não ligar que com a idade aquilo passava… Quando a filha completou 11 anos (sim, demorou este tempo todo) a levou a um oftalmologista. Resultado : Perdeu quase 50% da visão pelos anos que passou sem fazer nada. Além disso a mão só se sentio pressionada a ir ao médico com a filha, porque esta sofria bullying na escola!!!

A crueldade do estrabismo infantil

Depende muito da força interior da pessoa e da capacidade de lidar com a situação. Mas as crianças sofrem muito, todos nós sabemos como conseguimos ser cruéis na infância. Sei que não é fácil, passei pelo mesmo, acontece que eu próprio gozava comigo, talvez para me defender e mostrar aos meus amigos que não tinha problemas com isso. Dessa forma eles não gozavam porque sabiam que eu não sofria com isso. Embora por vezes, sentisse que era colocado de parte.

A partir dos dois anos de idade as crianças já não devem entortar os olhos. É normal, mesmo em adulto, entortar os olhos quando já estiver quase a entrar em sono profundo. As crianças que nunca foram estrábicas e, subitamente começam a entortar os olhos, podem estar apresentando algum distúrbio neurológico que precisa ser investigado.

Enjoyed this post? Share it!

 
 

Estrabismo Convergente são olhos envergonhados

A esotropia, normalmente conhecida por estrabismo convergente é quando um dos olhos está desviado para dentro, em direcção ao nariz, como que envergonhados se tentassem esconder.

Estatisticamente, esta forma de estrabismo é a mais comum. Apesar de ser raro, existem casos de os dois olhos apresentarem o desvio para dentro.

As crianças que nascem com estrabismo convergente não aprendem a usar os dois olhos ao mesmo tempo e podem não ver bem de um deles. Em alguns casos, é necessário uma cirurgia precoce para deixar os olhos paralelos, na tentativa de obter visão binocular e prevenir a perda permanente da visão no bebê ou na criança.

No entanto, o tratamento cirúrgico do estrabismo não substitui o uso dos óculos. Após a cirurgia, pode acontecer que os olhos aparentem estar paralelos, mas não perfeitamente paralelos. Nestes casos, o ajuste final dependerá da coordenação entre os olhos e o cérebro e além de o uso de óculos, muito provalvelmente será aconselhado um tratamento órtoptico, que consiste em exercícios para a musculatura extra-ocular, quase como que fisioterapia para os olhos.

cirurgia precoce é indicada para correcção do estrabismo em crianças menores(não apenas para o estrabismo convergente) porque assim elas poderão desenvolver normalmente a visão, assim que os olhos forem alinhados. Conforme a criança cresce, diminuem as chances de desenvolvimento da visão binocular.

Enjoyed this post? Share it!

 
 

Teste à coordenação visual da criança.

É perfeitamente normal os pais preocuparem-se com o seu filho. No entanto nem sempre é fácil aos pais estarem atentos a certos sinais ou comportamentos que indiciem uma possível doença. Falando sobre a acuidade visual da criança, vou então dar uma dica sobre como fazer um teste à coordenação visual da criança.

Continue reading…

Enjoyed this post? Share it!

 
 

Esteja atento – Possíveis sinais de estrabismo nas crianças

Com este artigo pretendo informar os pais de possiveis sinais de problemas visuais, entre os quais  sinais de estrabismo nas crianças.

Normalmente a partir dos 2 anos a criança já desenvolveu boa parte de sua visão, mas ainda assim existem alterações que requerem atenção por parte de pais e professores. A intervenção nestes problemas também deve ser o mais rápida possivel, evitando o agravamento de possiveis deficiencias na acuidade visual, o que depois, normalmente se traduz em problemas de desenvolvimento e aprendizagem.

A criança nesta idade, por vezes nem nós adultos, não têm consciência nem agilidade espontanea para informar os pais se está a ver bem, para elas até podem achar normal. Por isso é importante a que você como pais e educadores estejam atentos aos seguintes sinais de alerta: Continue reading…

Enjoyed this post? Share it!